Cores

Blogaholic Designs”=

14 de mai de 2010

Coragem para soltar os remos
...Quem é este, que até aos ventos e a água manda, e lhe obedecem? (Lc 8:25)


Em uma conversa com minha mãe falávamos de muitas coisas e dentre elas falávamos sobre a renúncia. Sobre de como é difícil abrir mão da nossa própria vontade. Não é fácil abrir mão das nossas convicções, ainda mais quando depositamos toda nossa razão nela.
Ficamos numa verdadeira cama de gato. Não sabemos se realizamos o nosso desejo ou se abrimos mão dele. Não sabemos se tomamos um caminho que aos nossos olhos nos “parece” ser o melhor ou se tomamos o outro que não tem nada a ver com o nosso objetivo. A verdade que a vida é feita de escolha e a todo o tempo precisamos escolher.
Minha mãe escolheu abrir mão da sua própria vontade. Minha mãe, em suas orações disse a Deus: Senhor, ganhando ou perdendo eu te servirei de todo o meu coração. Quando abri mão da minha própria vontade, disse ela, um peso saiu do meu coração e a paz reinou em meu ser.
Fiquei pensando nisso e pensando em como é difícil abrir mão da nossa vontade. Como é difícil soltar os remos, quando estes nos são o único jeito de se sair de um mar revolto. Imagine você num mar com ondas gigantes e a única forma de salvação é você justamente parar de remar. Você conseguiria? Você aceitaria jogar os remos no mar e deixar que seu barco simplesmente navegue no balanço das ondas? Talvez não, talvez sim, quem sabe.
Em alguns momentos a nossa vida se parece com o mar e com suas ondas que ora tentam nos tragar. Os remos simbolizam as nossas ações, a nossa força em tentar sair de diversas situações. Porém, a nossa embarcação não é feita de qualquer madeira, pelo contrário, a madeira é resistente e não existem brechas que permitam a água do mar entrar, pois o que sela a nossa embarcação é uma cola super especial. É o Sangue de Jesus. E Jesus está no comando do nosso barco.
Sei que é totalmente impossível descansar num barco cujas ondas estão tentando nos engolir, mas acredite, quando abrimos mão do comando e deixamos que o dono da embarcação diga o que fazer a paz reina e o sossego vem. O porto seguro logo é avistado.
Se o “capitão” pede que joguemos os remos ao mar, que renunciemos a nossa vontade pela dele, certamente a vitória, seja em qualquer área da nossa vida chegará.
Agora para tal precisamos abrir mão, renunciar. Você está preparado?

12 de mai de 2010

A ARTE DE CUIDAR
Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus (I PE 4:10)


Eu adoro o mês de maio. Não só por ser o mês que Deus escolheu para que eu viesse ao mundo, mas, sobretudo porque comemoramos muitas coisas. Comemoramos o dia das mães, se bem que eu acho que o dia das mães seja todo dia, o mês das noivas, mês da família e sabe Deus lá quantas outras datas existem para serem comemoradas durante este mês.
No dia do meu aniversário ganhei presentes sim, contudo agradeci a Deus os que já havia conquistado e declarei “Até aqui me ajudou o Senhor”, pois sem Ele eu jamais conseguiria chegar até onde estou.
Entretanto, gostaria de ressaltar um presente especial que ganhei durante uma palestra sobre finanças na qual eu e meu marido participamos. Ganhei um dia de massagem relaxante numa clínica de estética. Que coisa boa! Que coisa maravilhosa! Eu deitada ali, recebendo os devidos cuidados e toda a atenção de que precisava. Estela, é assim como ela se chama e se não for essa a grafia correta peço aqui desculpas, doou suas mãos para que meu corpo recebesse todo o cuidado necessário. Senti-me especial naquele dia e nem preciso dizer que caminhei em nuvens de tão leve que estava. Talvez o leitor (a) pense que ela estava simplesmente fazendo o seu trabalho e concordo que sim, contudo para se ter cuidado com o “outro” não basta apenas fazer o necessário, mas sim o além do que é proposto.
E o que falar da Denise? Dentre tantas características pertencentes a esse nome destaco o cuidado com o outro, com a beleza, com a estética. Cuidado esse que é caracterizado pela doação. Doação de tempo, doação de atenção.
Deus também cuida de cada uma de nós de forma singular. Para cada uma Ele disponibiliza um agente cuidador. Existem Estelas, Denises espalhadas por ai, basta apenas olharmos a nossa volta. E que tal também nos disponibilizarmos para cuidar do outro? Quem sabe a sua volta não exista alguém que precisa receber um pouco de você, um pouco da sua atenção, um carinho ou até mesmo uma palavra de ânimo?
Pense nisso. Já ouviu dizer que é dando que se recebe? Então? Está esperando o que?

PS: Gostaria de agradecer o carinho que recebi da Estela e da Denise. Elas trabalham no Clínica Spadão e Estética que fica no bairro da liberdade aqui em São Paulo. Caso você tenha  interesse em conhecer o local e as promoções o e-mail da clínica é mailto:spadao.cirurgiaeestetica@yahoo.com.br. Eu recomendo!
Mi Universo
(Jesús Adrián Romero)

Que seas mi universo,
No quiero darte sólo um rato de mi tiempo,
no quiero separarte un día solamente,
Que seas mi universo,
No quiero darte mis palabras como gotas,
Quiero un diluvio de alabanzas en mi boca,

Que seas mi universo,
que seas todo lo que siento y lo que pienso,
que seas el primer aliento en la mañana,
y la luz en mi ventana,
que seas mi universo,
que llenes cada uno de mis pensamientos,
que tu presencia y tu poder sean mi alimento,
oh Jesús es mi deseo.

Que seas mi universo,
no quiero darte sólo parte de mis años,
te quiero dueño de mim tiempo y de mi espacio,
que seas mi universo,
no quiero hacer mi voluntad, quiero agradarte,
y caa sueño que hay en mi quiero entregarte.