Cores

Blogaholic Designs”=

25 de jul de 2010

Eu me rendo



Domingo é dia de louvar o Senhor. Acordei desejosa de estar na casa de Deus hoje para ouvir a sua voz. Entre um cântico e outro meditei numa letra que dizia mais ou menos assim: “Coroamos a ti oh rei Jesus, adoramos o teu nome e nos rendemos a teus pés...”. A parte do “render-se” me chamou a atenção e fiquei pensando nesta atitude.
A atitude de render-se nada mais é do que o reconhecimento que você utilizou todos os recursos possíveis numa determinada situação e mesmo assim não conseguiu atingir o objetivo principal e, portanto, você transfere o problema ou a dificuldade para alguém que é mais capaz do que você. Rende-se é o mesmo que dizer: “chega! Eu não posso mais.” E foi justamente o que eu fiz quando ouvi esta canção:
Eu me rendo senhor, porque não posso mais.
Eu me rendo Senhor, porque esse fardo é demais para mim.
Eu me rendo Senhor, porque sei que aos teus cuidados tudo acabará bem.
Eu me rendo Senhor, pois reconheço que somente com a minha força humana não consigo transpor esse obstáculo.
Eu me rendo Senhor, porque preciso dos teus cuidados.
Eu me rendo Senhor, porque a tua vontade é a melhor para mim.
Eu me rendo, eu me rendo, eu me rendo aos teus pés.
Travamos muitas batalhas no nosso dia a dia. Algumas conseguimos tirar de letra, pois Deus nos capacita para isso. Entretanto, existem batalhas que somente com a nossa força não conseguiremos vitória alguma, pois nestas batalhas difíceis quem deve e precisa lutar por nós é o Senhor. Se a sua batalha está pesada demais experimente se render aos pés do general que nunca perdeu uma batalha sequer. Ele conhece toda a estratégia necessária para dar-lhe e garantir a vitória, mas para isso é necessário abrir mão daquilo que mais prezamos. É necessário abrir mão do nosso “eu” e da nossa “vontade”.
Você está disposta a isso?